Open Collective
Open Collective
A Grande Caravana pela Justiça Climática
Published on June 19, 2022 by Climáximo

 
Entre 2 a 16 de Abril fomos mais de 120 pessoas a participar na Caravana pela Justiça Climática!
Ao todo foram percorridos 400 km em Portugal, a pé e de comboio. Atravessamos as localidades na zona centro mais afetadas pela desertificação – desde incêndios à seca e falta de água -, criando pontes com quem lá vive. 

Assinalamos as práticas e as indústrias que aceleram estes processos – as celuloses que favorecem incêndios, a agricultura intensiva que favorece seca, entre outras!
Assinalamos algumas das principais responsáveis pela crise climática: a Navigator, a Celbi, a Caima e Celtejo da Altri Group, a CIMPOR, o Travessão do pego e diversas barragens, a Central termoelétrica da EDP, a Central de Ciclo Combinada no Pego da TrustEnergy. 

A Caravana pela Justiça Climática foi um desafio a nível logístico e financeiro.
Já o sabíamos desde o início. Sabíamos igualmente que temos que travar a crise climática e ecológica que vivemos, pelas nossas próprias mãos. Assim, contámos com a colaboração e solidariedade das pessoas e organizações do movimento civil para tornar esta caravana possível. 

Evitamos diversas despesas, estabelecendo parcerias, relações de interajuda e contando com o trabalho voluntario, determinação e motivação de muitas pessoas incríveis.
 



Porém, há sempre gastos que não conseguimos evitar.
Estas foram as despesas antes e durante a Caravana:
  • Comida: 2437€
  • Alojamento: 62€
  • Eventos e logística pré-caravana: 462€
  • Logística (e.g. autocarro Lisboa-Figueira, carro de apoio, primeiros socorros, máscaras): 2336€
  • Visuais da acção (e.g. faixas, bandeiras, tintas, cartazes, panfletos, auto-colantes): 1605€
  • TOTAL: 6902€

Apesar deste valor, queríamos garantir que a participação era acessível a todas! Pedimos uma contribuição diária de 5€ para cobrir parte dos custos das comidas. Contámos com diversos donativos quer de participantes, quer de apoiantes que ficaram em casa. Contámos igualmente com o apoio de um fundo internacional para actividades sobre justiça climática, a Urgent Action Fund. 

A totalidade de contribuições para a Caravana foi:
  • Urgent Action Fund: 5000€
  • Contribuições e donativos: 3644€
  • TOTAL: 8644€

Fechamos assim este projeto incrível que nos marcou a primavera e preparamo-nos agora para o evento que irá marcar o nosso verão, de 6 a 10 de Julho, - o acampamento 1.5 - o nosso acampamento de verão de ativismo climático.

Já estamos a todo o gás lutando para que se pare o gás, a agricultura intensiva, para que se olhe para os problemas de água e infraestruturas que demarcam o sudoeste alentejano e que são um espelho para o nosso país e mundo.

Iremos ter uma outra atualização a contar-te muito mais sobre o nosso acampamento, mas, para já, podes acompanhar os vários eventos que estamos a realizar sobre ele nas nossas redes sociais e se quiseres já te inscrever fica aqui o link: https://framaforms.org/acampamento-15-1648571649

Estamos à tua espera! 

Climáximo.